Ele chegou...

Ele chegou...

Escrito por

Domingo, 01 Outubro 2017 20:29

"Mas no meio de vós está um..." João, o batista, testificou acerca da vinda do Messias. É interessante que certa ocasião, narrada no capítulo 1 do Evangelho segundo escreveu o apóstolo João, algumas pessoas são enviadas pelos fariseus a fim de interrogar a João Batista. Talvez preocupados em que alguém estivesse dizendo ser o Cristo. Então lhe perguntaram - Quem és tu?

Logo de inicio a resposta de João parece tranquiliza-los, "Eu não sou o Cristo". Eles continuam insistindo na resposta... Então quê? És tu Elias? És tu profeta? João responde que não. Então, quem és? Precisamos de respostas para dar aos que nos enviaram. Aqui é muito interessante, porque João diz: "Eu sou a voz do que clama no deserto". Que identidade é essa? Vou lhes dizer, isso era o suficiente para saberem que Cristo já havia chegado entre eles. A maneira como João se identifica é exatamente como o profeta Isaías o nomeara em sua palavra profética (Isaías 40.3). Portanto, quando ele se apresenta como a voz do que clama no deserto, é o suficiente para aqueles que conheciam bem as Escrituras (e os fariseus conheciam), discernir - o Messias vem aí! Pode já estar entre nós. Então eles questionam: Porque batizas, se tu não és o Cristo, nem Elias, nem o profeta? A resposta de João vai dar clareza e certeza para levarem a seguinte resposta aos fariseus: Ele não é o Cristo, mas Cristo já chegou. Senão vejamos: "Eu batizo com água; mas no meio de vós está um a quem vós não conheceis. Este é aquele que vem após, que é antes de mim, do qual eu não sou digno de desatar a correia da alparca." Que tremendo! "No meio de vós está um", ou seja, Ele já chegou! Ele já está aqui! Tanto era verdade a revelação que João recebeu, que no dia seguinte ele avista Jesus vindo em sua direção e diz: "Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo. Este é o aquele do qual eu disse..." João vai batizar Cristo, e no outro dia, ainda ali do outro lado do Jordão, vendo Jesus passar, disse: "Eis o Cordeiro de Deus". Dois dos seus discípulos ouviram e seguiram Jesus, dizendo: "Mestre, onde moras?" E Jesus disse: "Vem e vede". Algum tempo depois, João batizava em Enom, e Jesus também estava por lá. Então, alguns disseram a João - Rabi, aquele que estava contigo além do Jordão, está batizando e todos vão com Ele. Nesse momento João diz a frase que todos conhecemos bem e precisamos aplicar em nós - "O que tem a esposa é o esposo. Eu sou só o amigo do esposo e me alegro com a Sua voz. Que Ele cresça e que eu diminua. Jesus veio, e todos devemos segui-lO, entendendo que Ele é digno de toda honra e nós dependemos dEle. Glória a Deus!

Publicado em Meu Blog/ Marcado sob



Pr. Junior Serapião E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.